About love and madness

Ela tentou soltar sua alma como se solta um lençol e no fim enlaça-lo com um nó apertado, certeiro. Mas suave. Como deve ser o amor.

Mas tudo o que conseguiu foi um sentir um aperto no peito. Estirou o mindinho, e lembrando-se do conto japonês, com a outra mão fez uma tesoura e cortou o fio invisivel que ligava sua alma à dele.

Por dentro, ela sangrou.

Anúncios
About love and madness

2 comentários sobre “About love and madness

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s